([email protected])

às vezes dá-me vontade de nada.
nada ver, nada dizer ou pensar…

mas se é assim, por que este escrito?

também não sei, talvez o nada
não seja integral. um quase nada,
então: pouquíssimo ver. distinguir
na bruma do pensamento, na névoa
da consciência, com uma letargia,
uma fumaça fria, onde só
se movam, lentamente, os lagartos
à procura de rochas aquecidas
para que lá fiquem, em inação
durante longas, eternas manhãs.

e de tal modo ausente, longínquo
nadificado na demora dos tempos,
vindo de estrelas distantes, de
pré-históricas eras ou de profundíssimos
magmas, pudesse enfim achar-me.

só. em meio ao vácuo.

e estas palavras? ah! também pra nada…

Obs: Texto retirado do livro do autor – É Lenta a Palavra Tempo

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I