www.diocesedejales.org.br

Para a Cáritas Brasileira, esta é a Semana da Solidariedade. O motivo é simples: estamos na semana que recorda a fundação da Cáritas Brasileira, a 12 de novembro de 1956, por D. Hélder Câmara.

O lema deste ano traz a marca de D. Hélder, com a sentença pronunciada por ele: “Melhor que o pão é a sua partilha”.

Não é só uma frase de efeito. É a explicação de um milagre. A partilha faz acontecer a multiplicação do pão. Lendo com atenção o Evangelho, percebemos, de fato, que ele não fala em multiplicação, fala em partilha do pão. Da partilha nasceu a multiplicação.

O mundo está precisando com urgência de pão. Segundo a ONU, o número de famintos passou de oitocentos para novecentos e cinqüenta milhões. Mas não é que falta pão. Falta repartir melhor os alimentos guardados a sete chaves nos estoques das nações ricas. E falta uma política responsável de produção de alimentos que os torne suficientes e acessíveis a toda a população mundial.

Na verdade, se Cristo perguntasse: “quantos alimentos tendes em vossos estoques?”, ficaríamos bem mais encabulados do que os discípulos, que na verdade só tinham “cinco pães e alguns peixinhos”.

O que falta no mundo não é tanto o pão, mas sua partilha.

Foi a preocupação com a partilha, com a solidariedade, que levou D. Hélder a semear instituições, que a seu tempo frutificariam de muitas maneiras, incentivando a partilha de tantos bens. Impressiona a seqüência de lúcidas iniciativas empreendidas por D. Hélder naquela fervilhante década de cinqüenta.

Em 1952 era fundada a CNBB – a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, por articulação de D. Hélder quando ele ainda nem era bispo, e se inspirava na organização dos leigos para imaginar um organismo que articulasse a solidariedade entre os bispos. Como seria bom se hoje as instituições reencontrassem as motivações originais de sua existência!

Depois, foi a vez do CELAM em 1955, o Conselho Episcopal Latino Americano. Este organismo iria possibilitar tantas preciosas iniciativas da Igreja. Lá estava D. Hélder com D. Larrain, do Chile, tramando a fundação do CELAM, possibilitando que sua sede ficasse em Bogotá, para facilitar a articulação em nível continental.

Por fim, faltava criar a Cáritas na Igreja do Brasil E de novo D. Hélder articulou sua fundação, que culminou com a aprovação dos seus estatutos e o lançamento de suas atividades em 12 de novembro de 1956, tendo D. Hélder como seu primeiro secretário. A providência sintonizava bem com o momento vivido pelo país, que decidia construir uma nova capital para simbolizar melhor sua unidade nacional, projetando a utopia da justiça e da fraternidade entre todos os brasileiros.

Estas iniciativas revelam a lucidez e a audácia de D. Hélder. Como São Paulo, ele também podia dizer: “Segundo a graça que Deus me deu, como bom arquiteto, lancei os fundamentos. Veja agora cada um como constrói” (1Cor 3,10).

Sobre estes fundamentos somos chamados a construir. Estamos agora nos preparando para celebrar o centenário de nascimento deste grande profeta. Para homenageá-lo, nada melhor do que valorizar as grandes intuições que ele teve. A Cáritas sente o compromisso de continuar a obra lançada por D. Hélder, e fazê-la produzir muitos frutos de solidariedade.

Melhor que o pão, é a sua partilha! Incentivando a solidariedade, a Cáritas Brasileira se apresenta como instrumento do Evangelho, que nos incentiva a apostar nos sentimentos de solidariedade que Deus semeou em nossos corações, para que se multipliquem em gestos concretos de justiça e de ajuda fraterna. 07/11/2008

Obs: O autor é Bispo Emérito de Jales. 

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I