http://institutodomhelder.blogspot.combr
[email protected]
www.domheldercamara.org.br

Meus queridos amigos

Quando houve, aqui no Recife, na Pracinha do Diário, um comício contra o desemprego e a carestia, o ponto alto, salvo engano, foi a sátira-baião trazida pelo poeta popular Nelson Barbosa da Silva3

O povo, em dois tempos, aprendeu o estribilho e todos cantavam: “Rato, rato, rato,
rato do mato, catita e gabiru, rato, rato, rato,
teve um doutor
que mandou o povo comer tu.
Rato, rato, rato, o doutor
que coma primeiro e venha dizer
se realmente
tua carne é proteína
pra ver se o povo quer comer. Rato, do mato, no interior,
se esconde no canavial
e gabiru, sete milhões neste Recife, causam mal.
Rato catita é dos bichanos
— ninguém vai meter a mão.
O doutor que coma os ratos dele sozinho
que o povo nessa não vai não.

54
Eu acredito que o doutor Tenha tido uma boa intenção.
Custo de vida não está deixando o povo comer carne, não.
Mas reafirmo, e essa galera aqui como vai aprovar?
Eles que comam os ratos deles primeiro que o povo ainda vai pensar.”

Lido assim o Samba-sátira perde muito. Cantado pelo Povo, que entendeu perfeitamente a mensagem de Nelson Barbosa da Silva, é canto digno de ser ouvido e meditado não só por quem fez a propos- ta infeliz de o povo comer ratos, mas merece ser ouvido e meditado por todos nós…

O Recife tem a responsabilidade e a glória de ter morando aqui um dos seus maiores filhos, o Dr. Nelson Chaves. Se as autoridades não acreditam que o povo está passando fome, se as autoridades não querem ouvir o poeta popular Nelson Barbosa da Silva, ouçam o outro Nelson… Ele é escutado no exterior. Tem realizado pesquisas e dispõe de dados da maior importância quanto à alimentação dos nordestinos.

Quando um homem, como Nelson Chaves anuncia que, em nossa área, a fome crônica está criando gerações nanicas, é o caso de o assunto passar a ter prioridade zero. Quinta-feira, 4.10.1979

Imagem e texto enviados pelo IDHEC – Instituto Dom Helder Camara
. Ver AUTORIZAÇÃO do IDHEC no item OBRAS LITERÁRIAS.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I