https://www.facebook.com/DiocesedeCratoCE/

Após alguns adiamentos, dada a situação da pandemia, hoje, finalmente, realizamos, com gratidão, esta missa da unidade, oportunidade que temos para fazermos um verdadeiro e esperançoso encontro com o Senhor, renovando n’Ele e por Ele as nossas promessas sacerdotais.

Mas este tempo, não impediu de reforçar o sentimento de pertença, de comunhão e de esperança na missão.

O distanciamento que estamos experimentando não deve ser sinônimo de fuga nem de fechamento em si mesmo. A esperança depende também de nós e exige que nos ajudemos uns aos outros a mantê-la viva e ativa.

Aos sacerdotes, que nesta celebração renovaram as suas promessas de obediência e de fidelidade à Igreja, no serviço ao povo, exorto que cabe a nós assumir a responsabilidade pelo futuro e projetá-lo como irmãos. Coloquemos nas mãos do Senhor, como oferta santa, a nossa fragilidade, a fragilidade do nosso povo e a fragilidade de toda a humanidade.

A este dia de júbilo e ação de graças, somaram-se a vida do bispo emérito, Dom Fernando Panico, que conduziu a Diocese por quase quinze anos, e os sacerdotes residentes fora, em missão ou em estudo. Também foram apresentadas ao altar do Senhor os 37.660 casos e 716 mortes por Covid-19 registrados nos 32 municípios que compreendem o território diocesano.  Não são meros dados estatísticos, são pessoas com seus nomes, rostos, histórias e vidas partilhadas.

Obs: A Diocese de Crato está em festa. São 106 anos de criação canônica completados nesta terça-feira, dia 20 de outubro. Nesta mesma data, há mais uma comemoração: sete anos da cerimônia de dedicação a Deus da Sé Catedral de Nossa Senhora da Penha. Em meio a este júbilo, Dom Gilberto Pastana reuniu o presbitério (padres e diáconos) para a Missa do Crisma e da Unidade. A cerimônia aconteceu no início da manhã, restrita ao Clero e à equipe de liturgia como medida de segurança contra a pandemia do novo coronavirus. Tradicionalmente, ela é celebrada na manhã da Quinta-feira da Semana Santa, segundo o Missal Romano, e compreende dois aspectos: os Santos Óleos, que estão no centro da ação litúrgica, e a unidade eclesial. 20.10.20

 O autor é Bispo Diocesano de Crato.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I