Ana Eliza Machado 1 de dezembro de 2020

[email protected]
nmpensante.blogspot.com.br

Há pessoas que tentam entender o funcionamento da natureza. que tentam entender o ciclo do universo. Que tentam entender a origem do mundo ou a existência de alguma divindade.
Eu me contentaria em entender a mente humana.
Para mim, agora, parece infinitamente mais complicada. Tento me responder o que leva uma pessoa à agir de um jeito ou de outro em nome de um sentimento de poder, carência, satisfação. As pessoas são dispostas a tudo. À mentir, fingir, dissimular, enganar, trair, matar. Chegam aos limites, os ultrapassam. Ferem o espaço e o limite do outro. Em nome da própria satisfação.
Não falo isso de uma pessoa qualquer. Nem de uma particularidade minha. Mas enxergo isso em qualquer pessoa. E se torna ruim por isso.
Porque assim como enxergo esse “defeito” em todos, não consigo achar uma solução. E começo a me perguntar se realmente é preciso uma solução. Porque às vezes é esse sentimento que nos leva à ter vontade de conquistar alguma coisa. Que nos leva à persistir um dia após o outro em busca de um sonho.
E não reclamo disso. Não questiono isso. Só não acho justo que essa “busca” perturbe a busca do outro. Não acho justo que para se alcançar algo, você tenha que mentir. Tenha que dissimular. Que tipo de animal nós somos que para própria satisfação prejudicamos o outro?
Não vejo nada que possa justificar isso. Não vejo nada que possa defender aquele velho ditado “os fins justificam os meios”. Não justifica. Nenhuma causa é nobre o bastante para se custar a honestidade, uma amizade, uma vida.
Pessimismo e conformismo meu dizer que sempre será assim, mas não vejo outra forma. O que eu posso tentar fazer, assim como você, é admitir, me vigiar, me punir, para toda vez que perceber que estou sacrificando a felicidade do outro em nome da minha, poder mudar, e me tornar uma pessoa melhor.14.10.11

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I