http://pirafraseando.blogspot.com/

[ (Composição: Alex, Zé Roberto e Paulo (Paschoalini) ]

É triste olhar pro rio do jeito que está agora;

lugar onde o peixe para, só para poluição.

correnteza de ambição levou a beleza embora;

Seu leito ‘corta’ a cidade e também corta o coração.

 

No tempo da seca eu choro o esgoto a céu aberto,

no tempo da chuva eu sei que o céu vai chorar, por certo.

No leito estão as marcas da vida que teve outrora,

nas margens estão os restos da morte em que está agora. (bis)

 

O rio que conduz a vida pro seio da natureza,

toda vez que tem enchente provoca tristeza e dor.

Morador ainda insiste em ‘remar contra a correnteza’;

o choro da cachoeira é o lamento do Criador.

 

Animais morrem de sede, aves vão em revoada,

plantas perdem todo o verde, até não sobrar mais nada.

Não vê que matando o rio, morre também a cidade;

porque quem semeia vento, só vai colher tempestade. (bis)

 

Tem mandi e tem cascudo ainda sobrevivendo;

cardumes de lambaris resistem até demais.

O jaú e o pintado estão desaparecendo;

o dourado que reinava sumiu há algum tempo atrás.

 

Os peixes de muitos quilos, hoje ‘pesco’ na memória;

peixe grande como aqueles, só se for contando história.

Pescador conta mentira, mas hoje diz a verdade:

se eu jogar anzol no rio, só vou fisgar a saudade. (bis)

———————————————————-

– MÚSICA: “Nas margens da saudade”

– COMPOSITORES (em parceria):
Paulo Cesar Paschoalini
Alex Francisco Paschoalini
José Roberto Paschoalini

– INTÉRPRETE: Dênis e Zé Roberto

– ARRANJO: José Roberto Paschoalini

– VÍDEO DISPONÍVEL NO YOUTUBE:

https://www.youtube.com/watch?v=DJBNn4yIIqk

– REGISTRO Nº: 124.498, em 04/02/1997, no EDA / FBN.

———————————————————-

Hoje, dia 1º de agosto, é aniversário de Piracicaba, que está completando 253 anos de fundação, ocorrida em 1767. Também conhecida como “Noiva da colina”, é cidade onde nasci, cresci e ainda resido… E amo!!!

Em razão do aniversário da cidade, não tem como não me mencionar o hino de Piracicaba, composição de Newton de Almeida Mello, que tem um conteúdo poético maravilhoso e somente quem é piracicabano e morou longe da cidade natal (como eu) sabe “a grande dor que sente um filho ausente a suspirar por ti”.

YOUTUBE: https://www.youtube.com/watch?v=NbaNYyv99QU

Dentre as atrações turísticas aqui da “terrinha”, talvez o cartão postal mais conhecido seja o Rio Piracicaba, que devido a sua beleza foi fonte de inspiração a muitos artistas, sendo que a mais famosa é, sem dúvida, a música “Rio de lágrimas”, composição de Lourival dos Santos e melodia de Tião Carreiro, cuja interpretação mais conhecida é na voz da dupla “Tião Carreiro e Pardinho”.

YOUTUBE: https://www.youtube.com/watch?v=eulx4ZbZ7As

Com tanta música sobre Piracicaba e o rio que corta boa parte da cidade, seria difícil escrever algo que pudesse enaltecer ainda mais tanta beleza. Contudo, para quem nasceu aqui e acompanha, com muita tristeza nos olhos, a degradação de um rio que, infelizmente, expõe o flagrante abandono em que se encontra, devido a interesses políticos e econômicos.

Por essa razão, minha cunhada Rosângela Doniani, casada com meu irmão Alex, também viu esse cenário desolador e sugeriu que fizéssemos uma música de conteúdo crítico, denunciando a morte lenta que está sendo imposta ao rio e à natureza à sua volta. Desse modo, o Alex, o Zé Roberto e eu resolvemos compor “Nas margens da saudade”.

Apesar de ter sido feita há mais de 20 anos, acredito que ela é mais atual do que nunca e o mais preocupante é saber que não se trata de um caso isolado, mas de um retrato que tem acontecido com a maioria dos rios do Brasil, utilizados sistematicamente para exploração em benefício de grupos políticos e corporativos.

Fica esse “grito de alerta”… Embora eu saiba que a realidade nos mostrará que as autoridades continuarão fazendo-se de surdas!

===========================================

VÍDEO DISPONÍVEL NO YOUTUBE:

LINK: https://www.youtube.com/watch?v=DJBNn4yIIqk

(As imagens utilizadas estão mencionadas no final do vídeo)

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I