www.dannieoliveira.blogspot.com
[email protected]

Espero que você esteja bem. É porque quando as pessoas terminam elas geralmente têm isso de desejar que a outra morra ou quebre a cara, sabe numa tentativa ‘drástica’ de compensar a falta, mas eu não, espero que você esteja de boa mesmo. Mentira! eu espero que você bata a cabeça do dedo mindinho na quina da mesa, porque eu chorei anteontem, só pra compensar tá? Não me leve a mal.

Em primeiro lugar eu venho aqui te agradecer. Depois da minha última decepção romântico-amorosa (isso foi meio clichê, mas era pra combinar), você me fez descobrir que ainda tenho um coração. Sério mesmo! Tinha a leve suspeita que o meu tinha virado só o órgão responsável por bombear o sangue pelo meu corpo e que também dói de vez em quando, me fazendo tomar Indapen todas as manhãs para que eu não infarte. Pois é, mas continuando a história…

Vamos lá, você é um cara bem legal. Mas não me leve a mal ‘princesa’? poxa eu escolhi um apelidinho romântico tão bacana, fiz uma combinação e você escolheu esse? Não né! Por favor! Podia ter sido um pouco mais criativo. Fora que princesa me lembra aqueles caras que não sabem passar cantada e chegam no inbox ‘oi princesa’.  Claro, você pode ter visto a minha alma de princesa só pode, vai ver foi isso! É porque eu tenho dias que estou o cavalo, não vou mentir, falo mesmo. Vou deduzir que foi isso, então. Mas princesa não tá? Sei lá, tivesse feito uma junção com duas palavras, tipo Dandan, ou algo como Dan, deusa do meu universo, magnânima do mundo, algo assim tinha sido bem melhor. Aliás, você me fez perceber que eu preciso parar de sair chamando todo mundo de ‘meu amor’. Só me toquei disso quando o frentista disse ‘vai querer a segunda via moça?’ e respondi ‘não meu amor’ e você tava do meu lado e acabei ficando meio errada. Vou considerar isso um aprendizado, que acha de eu chamar de ‘meu anjo?’ para os desconhecidos?  melhor né?

Outra coisa, sinto muito se no nosso tour gastronômico o camarão deu alergia. Essa foi uma bola fora. Eu tinha medo que isso acontecesse comigo, mas ainda bem que foi com você. Não, não, não estou te desejando mal, mas eu sou péssima com alergia e já fico achando que vou morrer, ia ser um drama só. Que bom que passou e pena que tive que ir tomar tacacá escondida sozinha. Esse foi um trato delicado de se cumprir, porque tacacá é sagrado, ao lado dos tacos do restaurante mexicano.

Por falar em comida desculpa se em algum momento você achou que fiquei querendo engordar você, mas é que eu tenho um jeito estranho de gostar das pessoas e uma das minhas manias é cozinhar para elas. Ainda bem que você gostou, por que se dissesse que tinha ficado ruim, eu tinha terminado o relacionamento. Cara não gostar da minha comida é uma afronta imensa!

Valeu pelo cafuné e foi mal se não fiquei passeando de mãos dadas por aí por mais tempo. Não sou muito ligada nisso e tem um lado bruto meu que se manifesta nessas horas (e grita tu é besta é? Dentro da minha cabeça), deve ser o cavalo que citei ali no início. É, deve ser isso mesmo. Vamos acreditar que seja.

Eu não sei se você esperava mais mensagens dessas fofinhas, mas é que mesmo escrevendo bem pra caramba eu prefiro os emoticons, espero que você tenha entendido de boa. Na verdade eu só escrevo mais textão quando estou com raiva ou se é pra se despedir de alguma coisa.

Como esse mundo é louco, nem deu tempo de fazer o plano que nem a música do Luan Santana, eu você dois filhos e um cachorro, e olha que não gosto desse cantor, mas é um clichê tão fofinho para os relacionamentos atuais. Se bem que outro filho, era outra cesárea e não sei não, estou com muitos projetos por aqui e ia demorar um tempo. Se bem que também tô ficando velha… espera… acho que até os quarenta talvez, mas deixemos isso pra lá.

Até algumas horas atrás eu tava meio cabisbaixa por que esse lance não deu certo, mas quer saber ‘que seja eterno enquanto dure’. O importante é que a gente riu e comeu pra caramba! São essas coisas que valem. A gente perde tanto tempo condenando as pessoas, querendo culpa-las e ninguém se dá conta de quantos dragões ela tá matando por dentro! Espero que você leve esse texto na esportiva, se não levar, eu só lamento por você haha, porque quem leu até aqui certamente já riu.

De uma situação ruim, a gente pode tirar a experiência e também risos, eu preferi os risos. Boa sorte na sua nova jornada.

P.S.: Caro futuro pretendente, princesa não, por favor rsrs.

Obs: Imagem da autora.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I