http://institutodomhelder.blogspot.com.br
domdapartilha@gmail.com

Meus queridos amigos

Escutem esta meditação que depois procuraremos aprofundar. Caminhar no amor:

“Mesmo que o ódio, em volta, torne impossíveis os caminhos, o amor salta abismos, não se fere em pedras e espinhos… Caminhar no amor não será aventura ao mesmo tempo ridícula ou de todo inútil. O amor não pensa em êxitos, não exige vitórias, não pede, não mede, não conta — ama.”

Caminhar no amor. Os namorados costumam dizer ou pensar: Amar sempre mais, hoje mais do que ontem e menos que amanhã.

Caminhar no amor a Deus e ao próximo. Não parar. Quem para, dá para trás. É arrastado pelas águas.

Levanta-se a dúvida: Mas amar, mesmo quando se está cercado de ódio? Amar a quem é bom, amável, leal, amigo, é fácil demais. O difícil é, no meio da incompreensão, das intrigas, do ódio, não guardar nem sombra de ódio no coração. A dúvida se torna ainda maior: mas de que adianta? Amar a quem nos odeia só serve para aumentar a irritação contra nós: parece zombaria.

Deus não exige que a gente vença, que se tenha a última palavra. Se tivéssemos o dom de desfazer as intrigas, de fazer o ódio sumir, de espalhar compreensão, amor e paz, já receberíamos a recompensa aqui na Terra…

Aliás, o melhor do amor é dar sem pesar, sem medir, sem contar…

Isto de amar apenas a quem nos ama — isto de sair de balança na mão e quando colocarem num prato da balança 500 gramas, colocar no outro prato também 500 gramas, é comércio, é o que quiserem.

Só não é amor.

A medida do amor é não ter medida. Caminhemos no amor a Deus, no amor ao próximo!…
Terça-feira, 16.4.1974

Obs: *Mais uma das crônicas escritas por Dom Helder Camara para o seu programa de rádio UM OLHAR SOBRE A CIDADE, exibido na rádio Olinda às 06h55 de 01 de abril de 1974 a 22 de abril e 1983. Está crônica está publicada no livro “Meus Queridos Amigos”, que reúne 200, das centenas de crônicas lidas por Dom Helder ao longo dos nove anos de duração do programa.

 Imagem e texto enviados pelo IDHEC – Instituto Dom Helder Camara
. Ver AUTORIZAÇÃO do IDHEC no item OBRAS LITERÁRIAS.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I