djaniras@globo.com
www.djaniragamboa.blogspot.com.br

Cresci ouvindo dizer: “quem quiser ser bom mate os velhos”. Na verdade o idoso é um livro de histórias. Viu muita coisa, presenciou muitos fatos importantes,vivenciou alguns. Outra frase muito repetida : “no meu tempo não se fazia isso”. Meu Deus, no tempo de Moisés já se fazia.
Não é raro ouvir veneráveis senhoras se vangloriando de haverem sido ótimas e bem comportadas adolescentes. Espero que não tenham sido do meu tempo – aqui estou (ainda) de plantão para desmascarar uma a uma, inclusive eu, se me meter a besta.
Nunca vi adolescente bonzinho nem bem comportado. O adolescente é aquele ser que se acha único no Universo e com a finalidade de mudar usos e costumes. No mínimo, quebra a cara e antes que comece já está superado
Estas ponderações me fazem lembrar de uma parenta. No colégio era minha amiga e companheira. Fora de lá nem comigo falava – a mãe não deixava porque eu era namoradeira kkkk.
Terminamos o curso e cada uma seguiu seu caminho. Um dia, nos encontramos. Já um pouco passadas pelo tempo e pelo vento. Depois dos cumprimentos formais, perguntei
– Como vai, fulana?
Meio desenxabida, respondeu:
-Vou levando
Não me contive:
– Você é que é feliz que ainda leva. E eu que não levo mais?

Obs: A autora é poetisa, escritora contista, cronista, ensaísta brasileira.

Faz parte da Academia de Artes e Letras de Pernambuco, Academia de Letras e Artes do Nordeste, Academia Recifense de Letras, Academia de Artes, Letras e Ciências de Olinda, Academia Pesqueirense de Letras e Artes , União Brasileira de Escritores – UBE – Seção Pernambuco
Autora dos livros: Em ponto morto (1980); A magia da serra (1996); Maldição do serviço doméstico e outras maldições (1998); A grande saga audaliana (1998); Olho do girassol (1999); Reescrevendo contos de fadas (2001); Memórias do vento (2003); Pecados de areia (2005); Deixe de ser besta (2006); A morte cega (2009). Saudade presa (2014)
Recebeu vários prêmios, entre os quais:

Prêmio Gervasio Fioravanti, da Academia Pernambucana de Letras, 1979
Prêmio Leda Carvalho, da Academia Pernambucana de Letras, 1981
Menção honrosa da Fundação de Cultura Cidade do Recife, 1990
Prêmio Antônio de Brito Alves da Academia Pernambucana de Letras, 1998 e 1999 
Prêmio Vânia Souto de Carvalho da Academia Pernambucana de Letras, 2000
Prêmio Vânia Souto de Carvalho da Academia Pernambucana de Letras, 2010
Prêmio Edmir Domingues da Academia Pernambucana de Letras, 2014

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I