1. Assisti a uma acalorada discussão entre especialistas sobre a metodologia popular. Como de costume, o debate ficou abstrato e falado num “dialeto”. Um trabalhador que não dominava o vocabulário, incomodado, pediu a palavra. Seu desejo era participar, mas também protestar e, “ingenuamente”, “se vingar” dos eruditos.
  2. Começou dizendo: “Vejam o que eu entendo por metodologia. Lá, no interior do Ceará, havia um vaqueiro que aprendeu a cuidar de vacas. Foram tantos anos que se acostumou nesse ofício. Sua atenção maior era dar a porção exata de sal para cada uma das 50 vacas. Feliz, todos os dias realizava sua tarefa, com dedicação”.
  3. “Certo dia, apareceu, por aquelas bandas, um padre, fazendo visitas. Puxou conversa com o vaqueiro e, por fim, fez o convite para a missa no outro dia, às 8 horas da manhã. O vaqueiro inventou desculpas, dizia que não entendia disso, que só sabia cuidar de 50 vacas. O vigário tanto insistiu que ele, afinal, prometeu que ia”.
  4. “No outro dia, depois de fazer sua obrigação, meteu a melhor roupa e, pelas 7 e meia já estava sentado, no último banco da igreja. Depois de um tempo viu que o sacerdote, já paramentado, olhava inquieto pro relógio. Já passava das oito e não apareceu viva alma, apesar da promessa de todos de comparecer à missa”.
  5. “Foi, então, que o padre, aflito, veio até ele para uma consulta: que é que eu faço, ninguém apareceu, só você. O vaqueiro respondeu: seu vigário, não entendo nada disso, só sei dar sal para 50 vacas. Mas, quando só aparece uma, não tenho dúvida, dou o sal pra essa vaca. O padre entendeu que devia rezar a missa”.
  6. “Fez uma missona; na hora da pregação, fez um sermão do tamanho de uma semana de fome. Quando acabou, veio perguntar ao vaqueiro o que ele tinha achado da missa. Padre eu não entendo dessas coisas; só sei dar sal para 50 vacas, mas quando uma vaca só aparece, não dou o sal de 50 vacas, pra uma vaca só”. nov 2019
Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I