camal567@gmail.com
cassioamaral.blogspot.com.br

Meu silêncio é para perscrutar o infinito.
Prefiro me calar diante de planetas Plutônicos.
Deve haver vida em Marte, devo ser de lá com certeza.
A verdade de cada um é a verdade de um.
Zen meu planetário é sempre um Raibun do Japão.
Tudo na vida realmente é pequeno Rodrigão.
A fama faz sentindo só nos anéis de Saturno?
A lama é a humanidade líquida que somos, totais imperfeitos ainda.
Seu planeta dispara metáforas que não consigo captar.
Contemplo Orion nos estilhaços de versos implacáveis.
Bilhões de estrelas me benzem a alma.
Meu planeta Vênus me rege sempre o Átimo.

Obs: Imagem enviada pelo autor

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I