Malu Nogueira 15 de janeiro de 2020

[email protected]

Desde a mais tenra idade, somos ensinados a obedecer e seguir regras sociais que nos transforma em seres educados e dignos de respeito.

Nada pior do que pessoas que, em casa, agem errado e, em sociedade, agem pior. Os pais fazem exigências que supõem serem necessárias e que os filhos classificam como atitudes repressoras e ultrapassadas.

Impor limites nunca foi a única condição para que filhos sejam considerados responsáveis e éticos. Cada filho é um filho, um ser único. Não se vêem filhos como um todo. O que é bom para um, pode não ser legal para seu irmão e, nisso, os pais devem estar atentos para aceitar as diferenças e dar a cada um a atenção que merece.

A todos a educação é igualmente orientada, com princípios de respeito ao próximo, valores morais e éticos e o sentimento da tolerância. Nada é diferente na hora de se educar, posto que se investe para o futuro, para que os filhos sejam capazes de andar com as próprias pernas. Porém, isso não garante que os filhos recebam, com a mesma receptividade, essa educação de forma igual. Os pais são igualmente responsáveis nessa criação moderna, sem repressão, castigos, tirania, com liberdade, respeito e justiça.

No futuro, isso não representa a garantia de que sejam cidadãos conscientes, que sejam felizes e vivam uma vida confortável, com amor, doação e bondade no coração. Para isso, os pais têm de saber exigir na hora certa, dar um ‘não’ quando é  ‘não’ e dar um ‘sim’ quando é ‘sim’.

A semente plantada ao longo da vida será colhida, pois o futuro a eles pertence e a caminhada deve ser pautada no que seus pais ensinaram.

Assim, poderemos ouvir um irmão dizer a outro quando observa que esse está se desviando dos trilhos: “Cuidado, irmão, não saia da linha. Lembre-se do que nossos pais nos ensinaram”.

Os irmãos são os pais, quando esses lhes faltarem, pois deles receberam, igualmente, significativa parcela de ensinamentos que carregarão vida afora.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I