VILLY FOMIN 15 de dezembro de 2019

Facebook.com/villyfomin
Youtube.com/villyfomin

Já escutei muitas pessoas expressarem o desejo de “esquecer o passado”, sei que esse desejo é fruto de um evento triste, essa vontade vem de um período repleto de dores ou decisões pessoais que podem ter complicado a vida que já não é fácil.

Sempre sugiro duas perguntas: É possível esquecer? Vale a pena esquecer?

O passado é a sua história. Gostando ou não sua biografia contém eventos tristes, alguns vergonhosos, péssimas decisões.

Essas decisões não podem ser apagadas assim como não serão esquecidas, aliás, acredito que o esforço em esquecer tem efeito contrário, esse esforço apenas atualiza, coloca no presente esse fato passado. Ao tentar esquecer eu trago o evento para o presente, só que em forma de culpa e condenação.

Precisamos aprender a praticar autoperdão. Pegar mais leve com nossas versões anteriores e mudar o status de certas histórias.

Sugiro que você faça as pazes com seu passado, sua história não pode e não precisa ser deletada e sim lida, elaborada, os eventos de ontem podem entrar em sua vida como processo pedagógico de crescimento.

Não é relativizar e considerar tudo como normal ou correto. Não é colocar panos quentes, mas tirar a condenação para que haja a possibilidade da cura.

Ao ficar de frente com a história, assumindo a responsabilidade você diminui o volume da culpa e aumentando a luz da integridade.

Esquecer pra quê? Pra correr o risco de fazer novamente?

Deixe o passado no passado, que ele seja um memorial, um ponto de referencia norteador para a construção de um futuro diferente.

Aprendi com o Ricardo Gondim: “Ao se perdoar você não altera em nada o seu passado mas pode mudar radicalmente o seu futuro”.

Não confunda perdoar com esquecer. Esquecer é problema de memória, perdoar é caminho de cura para um coração ferido.

Faça as pazes com o seu “eu de ontem”. Pegue mais leve com você, respire fundo e tente de novo, com novas ideias.

Não fuja da responsabilidade, não se esconda. Encare, se perdoe e construa algo novo.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I