Ana Eliza Machado 1 de novembro de 2019

ana.eliza.95@gmail.com
nmpensante.blogspot.com.br

Mário Quintana, certa vez, me deu de presente a palavra “ventania”, e fazendo uso dela a comparo com a liberdade.
Essa, usando velho clichê, me parece com um pássaro; que voa para onde quiser, para onde o vento soprar melhor.
Certas vezes vêm, ventania e liberdade, para chacoalhar o mormaço entediante. Outras vezes vêm aos poucos, como brisa, para mudanças pequenas, para alçar voo… E conquistar novos céus.
Ventania e liberdade, na maioria das vezes, vêm de supetão e leva o que não serve, o que é supérfluo. Pode até incomodar, no começo; mas é de grande valor, quando passa.
Se Mário soubesse, ao me oferecer as palavras, como me seriam úteis, as teria embrulhado para presente, com fita e tudo. Se bem que essa voaria, liberta, na primeira ventania.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I