https://www.facebook.com/DiocesedeCratoCE/

A Igreja não celebra a morte, mas, sim, a vida.

Hoje recordamos o que a liturgia chama de fiéis defuntos, aqueles que nos antecederam, que nos introduziram na fé.

Hoje recordamos o sentido da vida humana, essa vida que é dom de Deus, pois foi Ele que nos criou por amor. Não celebramos a morte, mas celebramos a vida, sobretudo as vidas bem vividas, que foram pautadas no amor.

A vida tem a dimensão humana, mas deve ser vivida para Deus. Nessa perspectiva, o céu já começa agora na medida em que escolhemos Jesus como Caminho, Verdade e Vida.

Romaria e caminhada, nós caminhamos para o Senhor. E nessa caminhada vamos transformando a nossa vida.

Todos levantem o chapéu e reflitam sobre a romaria. Diga para você mesmo quais foram as coisas boas que você vai levar no seu chapéu: a alegria de ser romeiro, o compromisso com a verdade, a solidariedade com os pobres, a partilha do alimento, a experiências dos Círculos Bíblicos, os momentos de partilha das vidas. Coloque tudo isso no seu chapéu e leve para sua vida, sua casa todos esses propósitos e recoloquem o chapéu.

Obs: No amanhecer do sábado, 02 de novembro, os romeiros e a comunidade de Juazeiro do Norte, reuniram-se na Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores para a procissão de encerramento da Romaria de Finados.

O cortejo teve a participação do Bispo da Diocese de Crato, Dom Gilberto Pastana e do Pároco/reitor da Basílica Santuário, padre Cícero José da Silva, além do Bispo emérito de Petrolina, Dom Frei Paulo Cardoso.

Com a Cruz e a imagem de Padre Cícero Romão Batista, a caminhada foi iniciada por volta das 5h30 e seguiu até a Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde está sepultado os restos mortais do “Padrinho” do povo nordestino.

Após a caminhada, os peregrinos participaram da Missa.

Ao meio-dia, aconteceu a tradicional Bênção do Chapéu e Despedida do Romeiro.

Ao longo dos cinco dias da Romaria de Finados, milhares de fiéis participaram dos momentos devocionais e tiveram como primeiro ponto de peregrinação o túmulo do Padre Cícero.

O autor é Bispo Diocesano de Crato.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I