Malu Nogueira 15 de outubro de 2019

[email protected]

Suas pálpebras foram fechadas, antes que se abrissem para o mundo.
Uma réstia de luz lhe foi tirada, antes que percebesse que era a claridade da vida que lhe estava agonizante.
A boca foi calada antes que pudesse esboçar qualquer choro ou defesa.
Que poder tão grande foi esse que destruiu a sinergia fetal que estava a se desenvolver?
Onde foi jogado o ser disforme sugado do ventre que o expulsou e que não se rendeu ao amor maternal que existe em toda fêmea?Onde foi colocada a massa putrefata que se tornou aquele pedaço de gente, tragicamente ignorado?
Onde está a consciência dessa alma, desagasalhada de amor?
Onde ficam os sonhos de uma infância lacerada por sangue e covardia?
Como se guarda esse segredo, se a cabeça mostra a todo instante a destruição ancestral, provocada com deliberação, na mais absoluta razão?
Onde estão os olhos que não quiseram ser julgados por outros olhos, apagados no alvorecer da vida?
Onde fica a consciência, na prática de erros sequenciais?
Que fazer com esse mundo tão cheio de natimortos?

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I