Dênis Athanázio 15 de agosto de 2019

http://obviousmag.org/denis_athanazio/
https://denisathanazio.wordpress.com

Quando estou triste, escrevo poesia
Ponho a cara no papel
A caneta na mão
E a mente no ar
Escrevo a dor em palavras
Enxugo as lágrimas com o dedo
O dedo que indica a dor.
Mas com o tempo,
Com o vento,
Com um beijo,
Me acalmo, me esvazio
Me enxergo
Vejo que tudo está de passagem
E após a tempestade,
Que até então
Não me era passageira,
Consigo contemplar o mar
Sorrindo, ainda que acanhado,
E olhando o horizonte ensolarado.
Me encontro no espelho,
Me sinto agradecido,
Pois nem todo dia
Nasceu para ser bem-vindo.
Guardo mais uma poesia
Marcada de dor e alegria.
De um dia que começou cinza
E mais tarde amarelou
Lindo da cor do sol,
Bem melhor do que eu previa.

Obs: Imagem enviada pelo autor

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I