Casa de Formação:  Um lugar onde uma pessoa se coloca para discernir se tem ou não a capacidade humana e espiritual de viver o carisma de uma congregação da VRC

Tem um diretor, um assistente, apontados pelo superior do Distrito, depois de uma consulta do seu conselho.  Há também envolvidas na formação dos jovens, como: Diretor Espiritual, Psicólogo,  e visita do religioso encarregado da formação no Distrito.

Há um roteiro que favorece o discernimento e o desenvolvimento integral de cada pessoa:  Oração comunitária e pessoal, Celebração Eucarística quando possível, ou comunhão, presença de Cristo sacramentado, acesso ao sacramento de Penitência, exame particular diária, retiro mensal, capítulo local mensal, Ofício de dois horários, ministério semanal, Direção Espiritual e Atendimento Psicológico sistemática, o livro das Constituições da CSC, estudos acadêmicos, serviço de casa, trabalho manual, alimentação nutricional, oportunidade para exercício físico, entrevistas mensais, leitura espiritual,  oportunidade para estar atualizado com a realidade do Brasil e do mundo, divertimento, convívios comunitários, refeições comunitárias, leitura diária das constituições da CSC, vida comunitária com uma boa tentativa de convivência com o ideal de nosso Mestre: “Vejam como eles se amam”!

Na vida da comunidade há uma ênfase no equilíbrio Cântico das Criaturas

Zé Vicente

Onipotente e bom Senhor
A ti a honra, glória e louvor!
Todas as bênçãos de ti nos vêm
E todo o povo te diz: amém!

Louvado sejas nas criaturas
Primeiro o sol, lá nas alturas
Clareia o dia, grande esplendor
Radiante imagem de ti, Senhor

Louvado sejas pela irmã lua
No céu criaste, é obra tua
Pelas estrelas, claras e belas
Tu és a fonte do brilho delas

Louvado sejas pelo irmão vento
E pelas nuvens, o ar e o tempo
E pela chuva que cai no chão
Nos dá sustento, Deus da criação

Onipotente e bom Senhor
Louvado sejas, meu bom Senhor
Pela irmã ágia e seu valor
Preciosa e casta, humilde e boa
Se corre, um canto a ti entoa

Louvado sejas, ó, meu Senhor
pelo irmão fogo e seu calor
Clareia a noite robusto e forte
Belo e alegre, bendita sorte

Sejas louvado pela irmã terra
Mãe que sustenta e nos governa
Todos os frutos, nos dá o pão
Com flores e ervas sorri o chão

Onipotente e bom Senhor
Louvado sejas, meu bom Senhor
Pelas pessoas que em teu amor
Perdoam e sofrem tribulação
Felicidade em ti encontrarão

Louvado sejas pela irmã morte
Que vem a todos, ao fraco e ao forte
Feliz aquele que te amar
A morte eterna não o matará

Bem aventurado quem guarda a paz
Pois o altíssimo o satisfaz
Vamos louvar e agradecer
Com humildade ao Senhor bendizer

Onipotente e bom Senhor entre o SER e o AGIR

Os membros da comunidade levam a sério o conselho de ser coerentes entre a proposta da VRC, e o seu testemunho de vida no dia –a – dia.  Os formadores tem uma missão de compromisso e de coerência entre aquilo que propõe para os formandos e a vivência pessoal da proposta da CSC.

Pode ver que o Distrito coloca esta formação como prioridade máxima das atividades desenvolvidas pelo mesmo.  O mais importante da competência dos formadores é o seu testemunho de vida como religiosos que colocam a pessoa de Jesus Cristo como prioridade no seu desenvolvimento pessoal e dos formandos. Outras competências são adquiridas ao longo das suas vidas na Congregação através de experiência e de cursos oferecidos pela CRB e CNBB.  Há uma grande publicação de livros sobre a formação que ajuda enriquecer a competência dos formadores.

Nossas Constituições sobre Formação e Transformação (Const. 6) constam mais detalhadamente sobre este assunto.

Artigo 74: A formação inicial é supervisionada e mais do que tudo assegurada por membros da Congregação com votos perpétuos.  O pessoal de uma casa de formação participa da responsabilidade do superior para o desenvolvimento de cada um dos membros em formação. Deveriam ser, em verdade, educadores na fé, ter muita experiência de vida e apostolado em Santa Cruz e ser adequadamente preparados para o seu mister.  Trabalham em equipe e vivem em comunidade com os que estiverem em formação.  O programa de formação é pensado de tal modo a permitir que cada um assuma apropriadamente a responsabilidade por sua formação e permita tanto ao formando quanto a congregação discernir a verdade da sua vocação.

Citações do Livro: página 93: “Acerca das escolhas que, habitualmente, as circunstâncias da vida apresentam para o discípulo de Jesus , cada vez mais ele estará preparado para decidir e afrontar de modo personalizado as diversas situações.  A medida que cresce na vida de oração e na identificação com Jesus Cristo ele se torna mais dócil às moções do Espírito e decide com miais segurança, sobretudo nos momentos de desolação, viver a vontade de Deus com autenticidade.  A comunicação interpessoal se desenvolve de forma cada vez mia amorosa de modo que a iniciativa de Deus se apresenta cada vez mais evidente”.

“Também as limitações naturais e as fragilidades são assumidas com maior clareza e responsabilidade.  O resultado disso tudo é que a encarnação da vida espiritual nos lugares, situações, tempo e cultura torna-se cada vez mais conforme à ação do Espírito Santo”.

“No que tange à vida eclesial, abrem-se ao aspecto da edificação e do apostolado com o real empenho de superarem a superficialidade e a teatralização da missão, e os aspectos de satisfação dos próprios interesses,  A caridade, então desenvolve-se de maneira a produzir a santidade pessoal e o bem dos demais seres humanos, dentro e fora da comunidade cristã”.

* Baseado no livro: Formação: Desafios Morais, (Paulus) Uma coleção de vários autores.



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I