edilrural@gmail.com
https://blogdopadresena.wordpress.com

“Dizem que a mulher é o sexo frágil, oi! Que mentira”… diz uma cantiga. A memória e celebração do dia internacional da mulher na última sexta feira, revelam essa verdade. As mulheres foram tratadas milenarmente como submissas ao homem, porém a história tem mostrado que elas tem enfrentado essa mentira. Com sangue e luta tem conquistado parte de seus direitos nos últimos 100 anos. Ainda falta muito para a igualdade de gêneros ser concretizada. O dia 8 de março é data para memória e celebração dessa busca de respeito a seus direitos. Em Santarém as mulheres se uniram a milhões de colegas em todo o Brasil para as manifestações de auto estima e ao mesmo tempo, de alerta para milhares de outras mulheres que são agredidas, humilhadas e assassinadas ainda nestes anos recentes, por homens bestializados.

Outro fato importante a ser refletido por nós foi  a abertura oficial da Campanha da fraternidade aqui na Diocese de Santarém. Aconteceu na última sexta feira. A Rádio Rural transmitiu a cerimônia de abertura e certamente vários ouvintes acompanharam.  Qual o tema deste ano? Qual o lema? Já esta lembrada/o? A CF aborda um assunto importante, Fraternidade e Políticas públicas. O lema – “Serás libertado pelo direito e justiça”.

A liderança da Igreja Convoca, tanto o povo católico como os cristãos, pessoas de boa vontade e todos os governantes para encarar com seriedade a questão das políticas públicas, nos municípios, estados e pelo desastrado governo federal. Políticas públicas como busca de libertação pelo direito e a justiça.  Algumas pessoas podem estranhar que esse seja um tema para reflexão e tomada de  decisões durante a quaresma, um tempo de espiritualidade. Mas não se trata de politicagem, nem de política partidária. Política pública é uma atividade do Estado a serviço do bem comum de toda, ou parte da população necessitadas.

O Sistema único de Saúde, o SUS é política pública; o Bolsa família, o sistema de tratamento adequado do lixo, separando o lixo orgânico do reciclável, espaços de lazer público, esgotamento sanitário, são algumas políticas públicas necessárias e onde a maioria das populações urbanas e rurais são carentes. O que tem a ver essas coisas com a vida religiosa e cristã?  Pois é, Quaresma é preparação à memória da paixão, morte e ressurreição de Jesus. Cabe perfeitamente refletir e agir sobre várias políticas públicas. A falta delas é exatamente a atualização da paixão e morte de Jesus em seu povo. Precisamos agir para que haja ressurreição dos  irmãos e irmãs de Jesus hoje. O mestre anunciava a presença do Reino de Deus cada vez que uma pessoa era libertada, como o cego de Jericó, o aleijado na beira da piscina de Siloé, o Lázaro recuperando a vida. Na sinagoga de Nazaré, ele não operou milagres, porque o povo da sua vila só rezava, lia a bíblia e não acreditava que podia expulsar demônios e curar enfermos.

Então, o tema da CF deste ano convoca todos/as da cidade e das comunidades rurais, planalto e várzea a analisar sua área e verificar quais as necessidades básicas para uma vida digna coletiva, que para algumas será o direito a um microssistema de água limpa, uma estrada ao menos piçarrada, um  centro de saúde equipado, uma equipe de policiais responsáveis e como sugere o lema da CF – serás libertado pelo direito e a justiça. Na cidade, é hora de nós moradores indagarmos para onde está pensado lançar as águas de esgotos que estão sendo construídos  atualmente no centro da cidade? Será para o lago do Mapiri? E o Estação de tratamento de esgotos do bairro Uruará, para que está servindo? É dever dos governantes construírem as Políticas públicas, mas nós temos que pressionar e exigir. Tudo isso e mais é dever dos cristãos e cidadãos decidirem como fruto da CF.

Obs: O autor é membro da organização da Caravana 2016
Coordenador da Comissão Justiça e Paz da Diocese de Santarém (PA) e membro do Movimento Tapajós Vivo.
Autor dos livros: Amazônia: o que será amanhã? (Vol I e II) e Uma revolução que ainda não aconteceu.



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I