Angela Borges 1 de fevereiro de 2019

Quem diria que Eustácio, aquele corpo robusto, refletindo uma saúde invejável, de repente adoeceria !!! E, o pior, de uma doença repetina, misteriosa, difícil de ser diagnosticada.

O corpo pacientemente aguardava dos profissionais de saúde um diagnóstico preciso e rápido. A vida parecia definhar a cada segundo, o risco de partir era iminente.

Exames, diagnósticos, medicamentos, tudo demandava brevidade. Os profissionais convergiam em suas opiniões, e isso gerava angústias e inquietações. Afinal, o tempo não para, e a vida de Eustácio corria grandes riscos.

Enfim, surge o diagnóstico… Doença gravíssima, meses de vida, apenas. Eustácio é poupado disso para que o sofrimento não se intensifique. Somente a família é informada sobre tudo, sobre todas as etapas da doença. Menos mal (abraço essa causa, até porque a ignorância, nesse contexto, poupa a dor).

Voltar pra casa, viver intensamente os dias que lhe restam e preparar-se para a partida.

Nada mais…



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I