www.dedvaldo.blogspot.com.br
domedvaldo4993@gmail.com

Pensando ainda na Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 do próximo julho, no Rio, vamos considerar citações de alguns autores sobre o fenômeno “Juventude”.

O Livro dos Provérbios na Bíblia ensina: “Orgulho dos jovens é seu vigor, como os cabelos brancos são a honra dos anciãos” (Cap. 20, v. 29). Cristina da Suécia parece-me radical: ”Todo fraco é velho, todo forte é jovem.” Já Benjamin Disraeli mostra-se bem mais otimista: ”Quase tudo o que é grande foi levado a cabo pela juventude” (Coningsby, 3,1). E é o mesmo Disraeli, que em outro texto confirma: “Os jovens de uma nação são os depositários da posteridade”(Sybil, 6,13). Disse Goethe: “A juventude quer mais ser estimulada que instruída” (Warheit und Dichtung). Nos Pensées de J. Joubert, encontramos esta opinião pessimista: “As paixões da juventude tornam-se vícios na velhice” (7, 17). Mais simpático me parece I. Nievo quando diz no 2º capítulo de suas Confissões de um octogenário: “A juventude é o paraíso da vida, a alegria é a juventude eterna do espírito.” Panzini, em seu Santippa diz com ironia: “A divina juventude sempre acreditou, e ainda hoje acredita, que é muito fácil remover o mundo”. Artur Von Platen, autor alemão do século 19, sentencia em seu Gedichte: “A ancianidade pondera com cuidado as coisas e mede seu alcance; a juventude diz: é assim – e pronto!” Já Samuel Ullman diz com sabedoria: “Youth is not a time of life; it is a state of mind” – o que seria em português: “A juventude não é um tempo da vida; é um estado de espírito.”

Mas interessa-nos ouvir um educador da juventude de hoje em nosso país. É o Padre Gildásio Mendes, salesiano, reitor da Universidade Católica de Campo Grande. Sob o título “Protagonismo juvenil na cultura midiática”, no Boletim Salesiano de março último, ele tece oportunos e valiosos comentários. Diz ele: “ Os jovens cresceram com a internet, com as novas tecnologias e estão tendo controle das redes sociais. Deixam de ler jornais impressos para navegar nos sites, para criar, remodelar, montar, editar, socializar em rede. Têm dificuldade de pensar de modo linear e cartesiano. Os jovens utilizam linguagens digitais (imagem, som, interatividade) e as redes como novos conceitos e enciclopédias de informação. Não existe protagonismo juvenil, sem o reconhecimento da nova linguagem por eles usada.” E mais adiante, conclui: “Os jovens conhecem e dominam as novas linguagens da mídia mais que os próprios pais e educadores. Filhos dos novos tempos, eles vivem imersos na nova ambiência midiática de modo natural, seja no conhecimento e domínio da linguagem da nova mídia, seja no modo de participar da Igreja e do desenvolvimento econômico, político, social e ambiental.”

Fica-nos a inquietante interrogação: “Como educar os jovens de nosso tempo? Como formá-los na fé e no conhecimento de Cristo, com a pertença à Igreja?” Esperamos alguma resposta para essa inquietude pastoral na próxima Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. (25.05.13)

Obs: O autor é arcebispo emérito de Maceió.



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I