1. Miruel é um motorista de ônibus urbano, inteligente e aplicado, numa grande capital brasileira. Por isso, ele foi convidado para um curso de formação sindical, de quatro etapas de quatro dias cada. Ele via no curso uma preparação para ser diretor no Sindicato.

2. Na abertura, o educador anunciou que o estudo tinha como objetivo preparar militantes sindicais. Então, Miruel se levantou, colocou a pasta debaixo do braço, e muito zangado, disse que ia se retirar porque isso era política e não foi para isso que ele tinha vindo.

3. O educador se impacientou, por dentro, mas se lembrou que seu papel não é excluir ou simpatizar com educandos, mas acolher sua voz e problematizá-la. Perguntou, então, a Miruel se, por consideração, ele lhe cedia apenas 3 minutos de conversa. Ele aceitou.

4. O educador perguntou onde ele trabalhava e quanto ganhava por dia? Respondeu que trabalhava num ônibus biarticulado, durante 6 horas e ganhava R$50,00, por dia. Significa, então, que no fim do mês, você recebe em média, R$1.500,00, certo? Sim, disse ele.

5. Depois, falou que transportava 6.000 pessoas, por dia e que a passagem custava R$2,50. A turma toda fez logo a conta – 6 mil x 2,50 dá R$15.000 em média. Miruel, sentou-se, pois, percebeu que seu trabalho rendia, num único dia, o que ele ganharia em 11 meses.

6. Miruel concluiu que era ele quem pagava o próprio salário e ainda dava de “presente” ao patrão R$14.950,00, diariamente. Tudo isso era lucro puro, pois, combustível manutenção e desgaste do ônibus… já está previsto na planilha de custos. E isso, em um só ônibus…

7. O exemplo despertou o interesse e indignação dos outros motoristas. Cada um começou a somar o tamanho da sua exploração. No fim, o educador ainda perguntou quantas pessoas subiam, no primeiro ponto. Vinte pessoas, disse Miruel, que pagam meus R$50.00 diários.

8. Ele agora, via coisas que via, mas não via. Entendeu que a formação sindical faz bem para a classe que trabalha. Serve para revelar o “mistério” da exploração vivida sem perceber, o potencial do trabalho e é convocação para assumir-se como sujeito e ator político.

9. Miruel voltou, na etapa seguinte da formação. Logo foi à frente e pediu para falar. Pediu desculpas ao educador e ao grupo pela sua “ignorância”. Depois disse: quando entro no ônibus e me lembro do exemplo, dá vontade de acelerar o ônibus a 140 km por hora e….

10. Lições aprendidas: a) formação é para pessoas críticas interessadas; b) educador acolhe e problematiza a “ingenuidade”; c) é a pessoa que toma consciência; d) o exemplo é a cesta onde o povo leva a mensagem pra casa; e) é formação se revela verdades e compromete as pessoas ( 10 de abril de 2018)



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I