[email protected]

Bem, nada melhor que um pouco de história pra explicar as motivações de escolher esse nome como título pra este blog.

O grupo conhecido como a “geração de 1750” – Goethe, Schiller, entre outros – iniciou um movimento sem precedentes, o Sturm und Drang (denominação tirada do título da peça de Klinger, Tempestade e Ímpeto). O movimento se opunha ao Iluminismo, que dominava a cultura européia da época.

Enquanto o Iluminismo afirmava o predomínio da razão sobre os demais valores do homem e do mundo. O Tempestade e Ímpeto colocou a vida como valor supremo e recusou todas as normas que, embora válidas racionalmente, pudessem limitar o desenvolvimento individual. O Sturm und Drang rompeu violentamente com conceitos e esquemas que regulavam as relações individuais e sociais, políticas e morais. Repercutiu profundamente na arte, proclamando a liberdade absoluta do artista, cuja produção haveria de ser expressão do seu poder criador e não fruto da obediência a preceitos e técnicas formais preestabelecidos. A genialidade do artista é que ditaria as normas para as suas obras. Na literatura, a aceitação foi completa e apaixonada.

A possibilidade de uma nova forma de ver o mundo se concretiza com a publicação de Os Sofrimentos do Jovem Werther, e os primeiros romances de Goethe, no mesmo ano. E em seguida aparece Os Bandoleiros, de Schiller.

O Sturm und Drang é, pois, um movimento de caráter nacional que desencadeia o Romantismo. Goethe é a figura mais destacada, por sua força vital e criadora, ao mesmo tempo reflexiva e turbulenta. Torna-se a personalidade mais notável de Estrasburgo, e sua fama ultrapassa as fronteiras da Alemanha.

Foi um escritor de tanta repercussão, que Werther chegou a ser proibido, por provocar vários casos de suicídio em adolescentes que haviam lido sua obra. E vale lembrar que o romance é baseado na sua própria história de vida, num romance de Goethe com Charlotte Buff. Nesses moldes é a obra de Goethe – a tempestade e inquietude do espírito humano regem a arte. Os Sofrimentos do Jovem Werther é o primeiro romance de Goethe e relata a dor do protagonista por um amor malsucedido. Sentimentalismo e paixão são os principais conflitos destas existências. A morte como solução de um impasse, a melancolia como seu guia.

“A natureza humana é limitada: ela suporta a alegria, a tristeza, a dor, até certo ponto; se ultrapassar, irá sucumbir. […] Neste caso, acho tão absurdo dizer que um homem é covarde por haver dado cabo a própria vida, como seria absurdo chamar de covarde o que está morrendo de uma febre maligna” (Goethe, Os Sofrimentos do Jovem Werther).

É nesse sentido que pretendo me expressar por aqui. Com liberdade, de escrita, de temática, e de valores. E quem estiver a fim de mandar algum texto legal, fiquem a vontade.
Então, este é o blog Tempestade e Ímpeto, e eu sou Roberto Santos. Não garanto que sempre serei claro, mas sempre verdadeiro. A casa é sempre sua.

http://bettosantos.blogspot.com

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I