(Apontamentos sobre a atual conjuntura)

A.  OFENSIVA DO CAPITAL

Nem pessimismo, nem otimismo – realismo

  1. O impeachment parece ter sido a tática onde alguém aceita fazer o jogo sujo para facilitar a estratégia do império do capital. Logo deve aparecer alguém “apolítico” para assumir o comando.
  2. Após 1989, um dono de TV falou, em reunião: admiro a trajetória de vocês, mas estavam indo longe demais, aí, inventamos o “caçador de marajás”, enquanto preparávamos o “professor”.
  3. “Cerco e aniquilamento” é uma estratégia da classe dominante, em determinada conjuntura, com intenção de destruir política, econômica, moral e fisicamente a classe oponente.
  4. Encurralamento e extermínio, se faz por mecanismos econômicos, ideológicos, policiais e jurídicos, quando uma classe tem força de impor sua hegemonia, diante da debilidade da classe opositora.
  5. Na América Latina, na prolongada crise econômica, ambiental, ideológica e geopolítica, o capital imperialista voraz, cerca quem é estorvo ao objetivo de recuperar suas altas taxas de lucro.
  6. A direita no Brasil avançou sobre o campo Popular por infiltração, cooptação, criminalização e eliminação com parte da esquerda dirigente rendida à visão eleitoreira e a conciliação de classe.
  7. Adotou a tática de sangrar e desgastar e demonizar a esquerda com denúncias de corrupção, prisões, impeachment, golpe… e usou o congresso, judiciário, a mídia e o fundamentalismo.
  8. O império alcançou parte de seu objetivo. Destruiu base popular, desanimou militantes, perseguiu e prendeu quadros, dispersou direções e, mantém a maioria do povo iludida, sob seu controle.
  9. Impôs sua pauta: privatizar bens naturais, instalar-se no Estado para baixar o custo do trabalho e reprimir a resistência. Na hora de repartir o butim, se dá ao luxo de dar golpe dentro do golpe.

 

B.  A CONTRAOFENSIVA POPULAR

“Soldados feridos de uma causa invencível” P. Casaldáliga

  1. Romper o cerco e aniquilamento não tem saída próxima. Sua construção exige profunda crítica e autocrítica, sair da agenda eleitoral e resgatar o sonho de uma nova ordem social.
  2. O resgate da utopia, formulado no Projeto de País e expresso em um Programa que junte a classe explorada, pode reagrupar a militância dispersa e animá-la a ousar uma estratégia de poder.
  3. Essa longa e difícil tarefa de retomar a trajetória de independência de classe precisa restabelecer a histórica aliança com o Povo e envolver esse próprio povo na disputa de projeto pela:
  • Inserção na classe (fábrica, periferia, campo) para Trabalho de Base, com perspectiva de mudança estrutural;
  • Priorização de exemplos capazes de irradiar-se com criatividade adequada a regiões, grupos e ritmos.
  • Aposta em atores que travam o capital – a força potencial, tornada força real capaz de parar a produção.
  • Nucleação de pessoas, selecionadas pela confiança, dispostas a fermentar a multidão, a massividade organizada.
  • Ligação da luta e conquista com consciência e organização, a partir da porta imediata que o povo oferece.
  1. Uma tarefa indispensável é criar uma referência coletiva de massa que aglutine iniciativas populares e vise a Ferramenta Estratégica para coordenar as revoltas.
  2. A unidade da esquerda, além de mágoas, personalismos, sectarismos, vaidades. A unidade na luta, deve crescer na unidade política e ideológica para fazer frente a:
  • Reformas com taxação, perda de direitos – saúde, emprego, previdência.
  • Privatização dos bens naturais, da consciência, da soberania nacional.
  • Crescimento para multinacionais, elite nacional…. e nada para o povo.
  • Necessária Solidariedade contra a repressão, a criminalização…. (Outubro de 2016)


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I