No vaivém dos corpos, no corre-corre dos carros,
Num inspirar-se, eis mais uma produção.

No mergulhar das lágrimas, no sufocar dos risos
Num inspirar-se a mais, eis-me de novo.

No intercalar do ócio e do labor,
Num inspirar-se inesperado, eis outra …

Na mesclagem de vida e morte, de cores e recortes
Num inspirar-se melancólico, eis mais uma…

Entre a paz e a violência, vivendo o amor e sufocando o ódio
Num inspirar-se meio frenético, mais uma que surge.

Sem inspirar-se, nada surge, nada se produz, nada é novo.
Tudo é monotonia, tudo parece morto, evidencia “acriatividade”*.

(* neologismo criado pela autora)



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I