Lembro-me, vivamente, de uma conversa informal com um grupo de reitores. Por algum motivo a Universidade Estadual de Pernambuco foi citada e, para minha surpresa, um vaticínio unânime foi proferido: “Ela jamais conseguirá ser uma Universidade”! A raiz do “problema” estaria na gênese de sua constituição como Instituição de Ensino Superior, via estabelecimentos de qualidade e com histórias marcantes que, em determinado momento, se “juntaram” para criar a antiga FESP. E mesmo após terem-se tornado parte de uma nova universidade continuavam “olhando” apenas para seu umbigo, preocupadas com o “seu quadrado” e com agendas, objetivos e políticas próprias. Enfim, “feudos” avessos à verdadeira “unidade das diversidades” e à “sinergia dos saberes”. Pois bem, hoje posso afirmar que os caríssimos Magníficos estavam errados. A nossa UPE cresceu, tanto qualitativa quanto quantitativamente. Melhorou, de fato, em todos os aspectos, transformando-se num poderoso instrumento de desenvolvimento do Estado de Pernambuco. Com uma invejável capilaridade estrutural multicampi (onze) ela forma, apesar de todas as dificuldades, recursos humanos essenciais e de qualidade em todas as regiões do Estado, através de cursos presenciais ou à distância. São quase 15 mil alunos matriculados em 62 cursos de graduação (5 programas especiais) e cerca de 3 mil na modalidade lato sensu (especializações e residências). Embora tenha começado tardiamente sua caminhada na pós-graduação stricto sensu ela conta atualmente com 730 alunos em 22 programas de mestrado e doutorado. Sem falar do seu “afamado” complexo hospitalar (CISAM, HUOC e PROCAPE). Também no ensino médio a UPE tem sido destaque. No ENEM de 2015 suas 4 escolas de aplicação figuraram entre as 10 melhores públicas de Pernambuco. É fácil (e obrigatório) ser excelente em meio à abundância de recursos, a injustas e viciadas redes de poder, lobbies e privilégios. Mas como é maravilhoso ser “apenas” bom num contexto tão difícil quanto o nosso, dando “nó em pingo d’água” todos os dias e ainda conseguindo formar parte da massa crítica tão necessária para o nosso “salto quântico” como Estado e Nação. Não foi fácil chegar até aqui. Muitos colaboraram para o desenvolvimento da UPE e a comunidade acadêmica e a sociedade pernambucana reconhecem e agradecem. Por outro lado, alguns poucos tentaram destruí-la. Mas, como se pode ver, não conseguiram, pois de crise em crise, de luta em luta, entre divergências, intensos debates e disputas internas, a UPE ganhou alma, identidade e unidade. E hoje, mesmo ainda longe do ideal e, portanto, com gigantesco espaço para melhoras, a grande maioria da sociedade e dos componentes dos seus três segmentos (professores/as, alunos/as e servidores) têm dela orgulho e possuem clareza de sua importância estratégica. Entretanto, para continuar se aprimorando, ela precisa de apoio, sendo essencial, entre algumas coisas, que se amplie a Dedicação Exclusiva do seu corpo docente (pois é difícil, senão impossível, “servir a dois senhores”) através de regras que a façam atrativa. Torná-la “draconiana”, “assustadora”, “fardo” e “motivo de stress” é um equívoco que “não interessa” ao futuro de Pernambuco.

Publicado no Diário de Pernambuco em 08/12/2016, página 2

Obs: O autor, Prof. Dr. Aurélio Molina, Ph.D pela University of Leeds (Inglaterra) é membro das Academias Pernambucanas de Ciências e de Medicina, professor da UPE e membro das Academias Pernambucanas de Ciências e de Medicina

*Ex-Secretário Executivo de Desenvolvimento da Educação de PE, Ex-Superintendente do Programa Ganhe o Mundo e Ex-Conselheiro Estadual de Educação.



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I