Aldo CB 1 de setembro de 2016

aldocblog@gmail.com

Tenho, agora, algumas dores e um muito de melancolia. Ando com a tua lembrança a escoar em mim. Não és mais real. Quando serias? Onde tudo me parece miragem, a melodia dos sentimentos abre-me caminhos mais sofridos. Perco-me e prezo-me em descobrir qualquer racionalidade a fim de parar e olhar e sorrir e dizer, em silêncio, teu nome. Pronunciá-lo por exercício de ouvi-lo em plenitude dentro de mim. O que me dói? Que partes de mim se dilaceram se tudo ainda é um todo em solidão? Agora me abandono e me deixo aqui nas dobras de tuas palavras e de teus carinhos plantados no acalanto de minha memória. Parece cansaço.



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I