foto Aurelio Molina entrelaços

A Ética tem origem e começo incertos, parecendo ter surgido no momento em que as pessoas começaram a viver em comunidades/cidades, quando então necessitaram de parâmetros e orientações para poder conviver socialmente em mínima harmonia e organização. Na dita “cultura ocidental”, a história da Ética confunde-se com a da filosofia grega, principalmente com Sócrates, Platão e Aristóteles e o vocábulo grego ethos tanto podia denotar lugar próprio do homem/aquilo que é específico do homem/morada humana quanto costumes e tradições. Com aqueles significados a Ética poderia ser considerada universal, mas com os últimos a Ética estaria associada a diferentes momentos históricos, distintas coletividades e culturas (ou, até mesmo, apenas a recortes/segmentos de um determinado grupo social em um dado instante). Portanto, seria relativa (relativismo ético). A posterior tradução para o latim (mor-mores) deu surgimento não só ao vocábulo moral como também a uma “polêmica” (ética versus moral), com diferentes autores defendendo distintas definições para os termos, inclusive a de que ambos significam o mesmo. Em nossa opinião, Ética “são” os marcos teórico-filosóficos (que podem ser agrupados como um conjunto de conceitos, princípios ou ideologias), relacionados com a existência e a experiência humana e que se tornam hegemônicos (algumas vezes por imposição) em determinado momento histórico, podendo expressar um “sentimento” coletivo e amadurecido de uma determinada comunidade, mas que também podem representar apenas visões e interesses de indivíduos, grupos ou classes dominantes. Esses marcos teóricos/filosóficos definem, justificam e valoram (do ponto de vista do bem e do mal, do certo e do errado e do apropriado e inapropriado) uma prática e conduta hegemônica (incluindo direitos, deveres e obrigações) também conhecida como Moral (que pode ser expressa em leis, códigos, mandamentos, regras, normas e convenções), que dialeticamente pode influenciar a construção de uma nova Ética, numa eterna interação e transformação. Em suma, Ética “são” os postulados teóricos hegemônicos balizadores de uma prática hegemônica (Moral) que variam de acordo com os contextos temporais e socioeconômicos indicando-nos a existência de um rico mosaico teórico-prático (pluralismo ético-moral). Entretanto, apesar de reconhecer a atual inexistência de uma única ética que balize todos os comportamentos morais da humanidade, defendemos que deveríamos tentar construir (com estratégia, ativismo, competência, diálogo, tolerância e sabedoria) uma Ética Universal onde o bem comum fosse o maior de todos os valores e a justiça, a serviço do bem comum, fosse a maior de todas as virtudes. Além disso, a valorização, o respeito (quase reverencial) e a corresponsabilidade pelo fenômeno vida cósmica (independente do qualificativo) e planetária (biosfera) deveriam estar contidos nesta ética universal que teria ainda, como o último componente mínimo de sua centralidade, o respeito e a responsabilidade com a dignidade da vida humana e com os direitos humanos, de uma maneira inquestionável, não “relativizável” e inegociável. Difícil? Bem, só o que parece impossível é digno de ser sonhado.

Obs: O autor, Prof. Dr. Aurélio Molina, Ph.D pela University of Leeds (Inglaterra) é membro das Academias Pernambucanas de Ciência e de Medicina

 . Texto  Publicado no Jornal do Commercio, Recife, no dia 14 de maio de 2013, página 8, seção Opinião JC.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I