Paulo - Aveia

Sabemos que dentro da Medicina Oriental um dos conceitos aplicados à classificação dos alimentos é justamente em relação aos 5 (cinco) Elementos. Sabemos de igual maneira que de acordo com essa classificação a AVEIA está posicionada como cereal no rol dos alimentos “Marrons”, os quais dentre outras aplicações é usado, por exemplo, como excelente anti cardiopático, além de ser um importante regulador do açúcar no nosso sangue, o que faz dele um excelente alimento para pacientes portadores do diabetes tipo 2, além de agir não só na redução do LDL, mas também torna o organismo mais resistente à sua absorção. Ela é rica em vitaminas do complexo B: Niacina (Vitamina B3), Tiamina ( Vitamina B1) fundamentais para manter a saúde mental e a energia do corpo. Além disso, tem vitamina E, cuja ação antioxidante previne desgaste das células causado pelos radicais livres.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o conceito de alimento funcional é definido como “Aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido, como parte da dieta habitual, produz efeitos benéficos à saúde”, como se fosse uma medicação. Por suas características próprias a aveia foi um dos primeiros alimentos a entrarem na classificação de alimento funcional.

O grande problema reside no fato da aveia ser subutilizada principalmente no nosso país, já que a maior parte das pessoas só consegue vislumbrar seu uso apenas para fazer “papa” ou “mingau”, e isso é uma grande pena.

Na composição da aveia encontramos uma fibra chamada BETAGLUCANA, e é justamente ela que tem a capacidade de agir contra os mais diversos males cardíacos, reforça o sistema imunológico, retarda o envelhecimento da pele. Quando essa fibra fermenta no intestino grosso passa a atuar na formação de moléculas as quais terão a função de combater micro organismos nocivos a nossa saúde bem como impedir a formação dos mais diversos tipos de tumores, isso sendo comprovado mediante estudos realizados pela Universidade de Iowa nos Estados Unidos, para quem acha isso pouco basta saber que existem em torno de oito mil estudos em todo mundo tratando exclusivamente dos benefícios da aveia na nossa saúde.

Comercialmente a aveia pode ser encontrada, basicamente em três apresentações:
Flocos, Farelo e Farinha.

Sendo que dos três a apresentação em Flocos é a melhor e mais indicada, já que o seu processo, basicamente, se constitui na prensagem do grão o que faz com guarde tanto a sua concentração em fibras quanto nutrientes.

Mas alguém poderia fazer a seguinte afirmação:
A aveia não é tão boa assim já que ela possui glúten!

Na verdade não é bem assim, basicamente os alimentos que por natureza possuem glúten são Trigo, Cevada e Centeio, o problema é quando ocorre a chamada Contaminação Cruzada, haja vista a sua manipulação ser realizada nos mesmo galpões aonde são manipulados os outros três. No Brasil, por exemplo, são pouquíssimos os fabricantes que podem colocar na embalagem da aveia a mensagem “LIVRE DE GLÚTEN”, justamente por conta dessa contaminação cruzada.

Mas veja bem, ao contrário do trigo, centeio e cevada, como o glúten não se encontra na composição da aveia, então mesmo ele estando presente em baixas concentrações (caso da contaminação cruzada) na aveia, ainda assim ela é um excelente alimento.
Uma boa pedida para o uso da aveia que vai além do rotineiro é o Nhoque de batata doce, o qual passamos agora a descrever:

NHOQUE DE BATATA DOCE

Ingredientes
– Batata doce (de preferência a de casca vermelha)
– Um ovo de galinha
– Farinha de aveia

Modo de preparo
Cozinhar a batata doce em panela de pressão por aproximadamente 10 minutos, após isso amassá-la acrescentando o ovo. Feito isso, ir acrescentando aos poucos a farinha de aveia até que a massa desgrude das mãos, ficando o tempero da massa a seu critério.

Feita a massa, modele os nhoques e jogue-os na água fervente, você saberá que eles estão no ponto quando boiarem. O molho fica a seu critério e gosto.

Esse prato é excelente para quem deseja fazer dieta, não só para perda de peso, mas também para quem sofre de intestino preguiçoso ou mesmo para quem é diabético, tanto pela alta concentração de fibras (tanto na batata doce, quanto na aveia) quanto pelo baixo índice glicêmico da batata doce. Garanto a todos que essa receita fica extremamente saborosa.

Galeno (129-217) considerado o pai da medicina natural, já dizia o seguinte:
“Que seu alimento seja seu remédio e seu remédio seja seu alimento!”

Então, a cada dia vamos dar um passo a mais para termos qualidade de vida através dos alimentos que ingerimos.

Obs: Imagem enviada pelo autor.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I