CauReb 29 de maio de 2011
Quando você acredita que já amou demais
Se convence que já sofreu o suficiente
E que viverá sem mais amor
O mundo dá uma volta e lhe apresenta
Àquela pessoa que vai mudar todos os seus conceitos.

 

Você conclui que esse sentimento é inédito
E isso lhe faz perceber que tudo aquilo que você achava ser amor,
na verdade não era…

 

Então você se dá conta que está amando
pela primeira vez em sua vida.
Se acha perdida em novos conflitos
E se sente uma jovem menina que não sabe o que fazer.

 

Mas tudo isso se perde no breve momento
em que, com apenas um olhar e um sorriso
você passa a ter a certeza que ele também
lhe ama pela primeira vez.

(11/04/2011)
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
“Se isso é amor, então eu posso dizer
que nunca amei, sendo assim, você
é o meu primeiro amor.”
-R.S.-
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Obs: Imagem enviada pela autora.
.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I