Edilberto Sena 11 de outubro de 2008

Comentário/ editorial no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM)
([email protected])

“Fora estrangeiro! a Amazônia é nossa!”- Dizia mais ou menos assim um adesivo, um tempo atrás. Também há pouco tempo, por causa de boatos que países estrangeiros queriam internacionalizar a região, o governo federal dizia que a soberania da Amazônia era coisa sagrada para o governo brasileiro.

Tudo isso parece fumaça e conversa fiada, quando se observa a presença de empresas estrangeiras levando as riquezas da Amazônia, com licença do próprio governo brasileiro. Quando se observa as toneladas de ferro saindo de Carajás, os navios carregados de bauxita saindo do rio Trombetas e daqui a pouco, de Juruti; também, quando se sabe que empresas estrangeiras estão extraindo toneladas de ouro do antigo garimpo do rio Tapajós, como acreditar que a Amazônia ainda é nossa e que não está sendo invadida oficialmente por estrangeiros?

Está mais que certo o povo das glebas empresa estrangeira alega que tem licença do governo brasileiro para pesquisar o sub solo e até explorar bauxita ou outro minério se houver. Mas o direito do solo é dos moradores do assentamento.

É um conflito de leis. Mas quem tem o primeiro direito são os moradores nativos. Uma empresa qualquer, até nacional, não pode entrar na propriedade de outro sem negociar, sem dialogar. Daí, estar de parabéns as lideranças das glebas Lago Grande e Nova Olinda quando tomam iniciativa de embargar a multinacional exploradora de bauxita de invadir suas terras, assim como estão certos os moradores de Juruti Velho quando prendem balsas com madeira ilegal e estão certos os moradores de Santa Maria do Uruará quando reagem contra madeireiras ilegais.

Quem deveria vigiar a Amazônia não faz, que é o governo brasileiro, então são os e as brasileiras que defendem a Amazônia. Oxalá mais outros grupos de comunidades defendam a Amazônia dos invasores que saqueiam a região.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I