Therezinha Paiva 16 de setembro de 2008

06 de maio de 2008

“Muito bom é ter motivos para sentir SAUDADE!”

Saudade! Saudade! Saudade!

Sinto saudade de coisas boas, de pessoas a quem muito quero; passaram por minha vida e deixaram sua marca, seu perfume, sua presença, sua forma de ser.

Dói, dói muito, mas é uma dor suave e forte; é um querer mais e mais; faz lembrar momentos bons que passei lado a lado com um amigo; se foram, sim, ficaram no passado e, infelizmente, não mais voltarão, mas deixaram uma doce lembrança, que jamais se apagará. É o amor vencendo o tempo, as barreiras, os tropeços, as intempéries, os desencontros, o eterno caminhar de cada um de nós, que não nos pertence.

Alegra, alegra muito o lembrá-los; consola a distância hoje realidade; foram momentos gratificantes, doces ou violentos, não importa; tristes uns, alegres outros, mas todos, igualmente, importantes, muito importantes. Espelham a confiança depositada no outro.

Por vezes, apenas um “bate papo informal” ; em outras ocasiões um aconselhamento e quantas e quantas vezes um desabafo necessário ou um estar junto para sentir-se apoiado ou para dar apoio.

Valeu tê-los vivido!
Aqui, uma amizade incondicional, pura, verdadeira.
Eu a tive; eu a tenho.

Bom que pela minha vida tenham passado pessoas lindas, imperfeitas, únicas, que de mim se aproximaram e me fizeram amiga, amiga eterna. Algumas permanecem a meu lado e assim ficarão até o fim de meus dias; outras a vida levou, mas continuam em mim, em minha lembrança, em minha saudade, uma linda, suave e doce saudade; outras agora se afastam, aqui a dor maior por ser a deste momento, a que está a doer, a fazer chorar.

Obrigado por existirem!

Obrigado por terem me colocado como amiga-maior!

Obrigado por me aceitarem como amiga-maior!

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I