Edilberto Sena 21 de junho de 2008


Comentário/ editorial  no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM)
(edilrural@gmail.com)

O dia 24 de junho, festa de São João vem chegando silenciosamente, desta vez como uma cobra venenosa para as populações do Oeste do Pará e parte do estado Amazonas. Embora a notícia hoje diga que a população tem expectativa sobre esse dia, há uma duvida, se as populações rurais e urbanas dos 18 municípios do Oeste do Pará já se deram conta da mudança da rotina de vida e os possíveis transtornos que virão após o dia 24 de junho.

É que, a partir da meia noite daquele dia, por obra e graça dos deputados federais, senadores e presidente da república, a partir da meia noite, já será uma hora da madrugada nesta região e mais 27 municípios do Estado do Amazonas. E também, quem costuma acordar às 4 horas da manhã, daquele dia em diante já serão 5 horas da manhã.

À primeira vista não é grande coisa. É só adiantar os ponteiros do relógio, em poucos dias se acostuma com o relógio biológico. Pela manhã vai trabalhar mais cedo, a hora do almoço será mais cedo para o relógio do estômago. Tudo parece coisa simples e em poucos dias o novo horário se torna normal. Assim como parece normal a subida dos preços do feijão, da carne e de outros produtos, assim como parece normal que os políticos corruptos continuem soltos e se candidatando a novos cargos, assim como parece normal o mal atendimento no INSS e nos hospitais públicos e por aí vai a lista das aparentes normalidades. Alguns relamam, outros ficam indignados, mas a vida continua sua rotina.

Isto é, o que tem de grave anormalidade nesta mudança de fuso horário na Amazônia? É que se aprendeu que democracia é o tipo do governo do povo, pelo povo e para o povo. Então, que povo pediu para mudar o ritmo de vida com o novo horário? Quando os representantes chegaram a consultar os povos da Amazônia para saber se queriam a mudança de fuso horário? A quem mesmo interessa essa mudança de horário?

Aqui está o crime das autoridades representativas do país. Assim como fazem com o fuso horário, fazem também com a assistência à saúde, à educação, com a construção de hidrelétricas e outras responsabilidades.

O crime maior, no caso da mudança do fuso horário é as autoridades não respeitarem a população e decidirem as coisas para atender interesses particulares de canais de TV, aos grandes empresários e aos estrangeiros. Até quando?



busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposioDesenhos

Srie "Natureza"

Srie Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Srie "Detalhes"

Srie "MoradaImprovisada"

Srie Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Srie Flores

Srie Flores

Esporte na Colnia

Srie Natureza 01

Srie Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomerao...

Porto florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunio privada...

Espaos ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergncia II

Convergncia I