Comentário/ editorial  no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM)
([email protected])

Para os católicos hoje é um dia santo e de festa. Celebram a presença de Deus vivo na terra no sinal da hóstia consagrada. Para os pequenos agricultores hoje chega uma notícia tão boa, mas tão boa que fica até difícil acreditar. É que os financiamentos do FNO especial e do Pronaf, segundo a gerência do Banco do Brasil, a partir de agora serão rápidos e eficientes.

E tem mais, como esses financiamentos de juros baixos exigem vários requisitos, o Banco mesmo vai fazer parceria com o Incra, Emater e mais quem tiver responsabilidade de regularizar o pequeno agricultor. Este basta chegar ao banco com seu CPF em mãos. Segundo a notícia, logo o Incra será acionado para legalizar a terra, a Emater logo fará o projeto técnico, incluindo a assistência contínua e o Banco então libera o recurso financiado a juros baixos, como estabelece o Pronaf.

Ao agricultor basta querer trabalhar, produzir e melhorar de vida. Que beleza! Venha agricultor, que o Banco do Brasil garante! Esta frase até parece propaganda de alguns anos atrás, quando uns diziam – plante que o Brasil garante! Será que agora a produção familiar vai ter assistência séria? E vai ter financiamento sem tanta burocracia e demora? Deve haver pequeno agricultor que, ao ouvir essa notícia deve estar beliscando no braço para ter certeza de que não está sonhando.

O que foi que aconteceu com o Banco do Brasil que de repente vai construir parceria com os outros órgãos responsáveis de fomentar agricultura familiar para facilitar a vida do pequeno? Um milagre? A dúvida que paira na cabeça do agricultor é que essas regras já existiam desde o início do F.N.O. e do Pronaf, mas não funcionaram bem até agora.

O Incra está do jeito que está, a Emater está do jeito que está e o Banco está do jeito que sempre esteve – empréstimo bancário, só com garantia de retorno pontual. Casoatraze o retornoas multas, juros emais chegam pontuais. Então, essa notícia de hoje, se for verdade, será um grande presente da festa de Corpus Cristi. Os agricultores certamente irão cantar na procissão – “Queremos Deus homens ingratos…” que poucos acreditam, mas os FNO e Pronafs vão funcionar e a vida vai melhorar.Vai mesmo? se as promessas do banco do Brasil a vida vai melhorar para os pequenos produtores da região.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I