([email protected])

Heróis, heróis, heróis… o que é um herói? Onde estão eles? Talvez em outros países e em outras histórias, eles lá estejam. Com certeza, no país do Macunaíma o anti herói, sem caráter, bandido e conformista, eles não estão. Ao nosso redor os procuramos. E por nossa cultura e ignorância, dizemos…
Eles aqui não se encontram.
Nós não os temos.
Mas, olhando mais detidamente para as nossas origens e pesquisando o nosso passado e se debruçando sobre nossos livros de nossa história, podemos dizer:
Sim, nós temos heróis. Heróis autênticos, verdadeiros, de carne e osso, filhos da tempestade, gerados de nossa própria raça, filhos da tribulação e aflição. E no nosso presente e passado e ao nosso redor, como uma ciranda que nunca termina, temos Historias e historias que somente os heróis sabem escrever com o suor de suas convicções e do punho das suas próprias vidas.
Heróis Santos e pecadores, de todas as estirpes, mas heróis.
Motivando a vida de outras pessoas com as suas idéias e exemplos de abnegação.
Repetindo e se tornando unos, no espaço e no tempo, em seus atos, como uma contínua ciranda cósmica se juntando a outros que nesta e em outras eras também tomaram para sí os mesmos ideais.
Espíritos serenos, combativos e com a visão clara do presente eterno.
Incompreendidos pela vanguarda das suas idéias na época em que vivem.
Consolam mas que não precisam ser consolados. E em seus corações a única certeza de que como tantos outros, beberão até a última gota do cálice da desesperança e da incompreensão por parte dos seus.
Anonimamente irão ao encontro daquela que em todos os momentos sempre esteve presente em suas vidas.
A doce e cortejada Irmã Morte.
Fenecem com a única esperança de que com seu ato silencioso, e que com o seu sangue derramado irrigando o solo, brotem em outros corações, a mesma vontade, o mesmo ideal, a mesma alegria… a de que a sua descendência tenha um lar, e de que seja livre.
E que para ela seja somente uma terra…
Única terra…
Uma amada terra.
A terra de Santa Cruz…
Uma pátria livre para filhos livres…

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I