Paulo Rebêlo 12 de janeiro de 2008

Título original: Vozvrashcheniye
Título PT-BR: O Retorno
Origem: Rússia, 2003
Cotação: 4.5 / 5

Premiadíssimo em festivais, ‘O Retorno’ não é um filme fácil. Várias pessoas assistem e não conseguem engolir a ‘falta de respostas’, ou seja, uma série de coisas que o diretor deixa em aberto. Para mim, esse é o grande trunfo e o que mais me cativou, daí ter dado uma cotação alta. Apesar de linear, não é um filme para responder as perguntas, também não é filme de mistério, nada disso. Na verdade, é até simples: trata-se da relação entre um pai ausente (que volta para casa do nada, sem explicações) e os dois filhos que não têm muita referência paterna, apenas memórias esparsas.

Quando eu digo que o cinema russo é trágico até na vida real (leia aqui), é porque o chumbo é grosso. Trágico e bizarro. Trágico porque o menino que faz o papel do filho mais velho, Vladimir Garin, 16 anos, morreu poucos meses após o fim das filmagens, quando o filme ainda estava na ilha de edição. O guri morreu afogado no mesmo lago que faz parte do cenário do filme, quem assiste vai saber. Impressionante. O lago fica em São Petersburgo, a segunda principal cidade russa.

E bizarro porque diretor e produção esconderam esse “detalhe” ao lançar o filme. Bizarrice maior foi o guri, já morto, ter ganho o prêmio de melhor ator (junto com o irmão dele do filme e o pai) no Festival de Cinema Internacional de Gijón. Só então é que descobriram que o moleque já era defunto. Isso também depois que já havia sido aclamado no Festival de Veneza, um dos principais e mais conhecidos festivais de cinema.

Obs: O sistema de cotação dos filmes foi postado no dia 01.12.2007
A imagem foi enviada pelo autor.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I