Comentário/ editorial do padre Edilberto Sena no Jornal da Manhã (Rádio Rural AM).

Abre-se a cortina de um novo ano. O espetáculo vai começar. Como é comum num planeta com 6 bilhões de seres humanos e com uma distribuição tão desigual de bens e uso da natureza, certamente o espetáculo do ano que começou ontem e irá rolar nos próximos 12 meses incluirá dramas, comédias e tragédias, com algumas variantes detragicomédias. As guerras no Iraque, Afeganistão, conflitos no Quênia, na Bolívia e na Colômbia, além de outros espetáculos, nem sempre sadios.

Um dos cenários previstos aqui no Brasil, são as eleições municipais. Em cada município se armará um palco e as platéias todas estarão envolvidas. E qual será a expectativa para o espetáculo nos municípios do oeste do Pará?

Será uma comédia? Uma tragédia? Um drama apaixonado? A platéia estará ansiosa em eleger os melhores? Quais os atores que despontam no palco das eleições municipais aqui na região?

No caso especifico de Santarém, tudo indica que não haverá atores estreantes no espetáculo da gestão municipal. Como em certas novelas da televisão, as caras são as mesmas, apenas com nova roupagem de promessas.

A platéia não parece muito empolgada com o espetáculo que se avizinha. Os atores terão muito trabalho para motivá-la a se envolver. Mas, não é para menos. Os atores são velhos conhecidos que não sabem mais como criar gestos e discursos que toquemno humor da platéia.

Os novos que possivelmente serão apresentados terão que seguir o roteiro de suas agremiações. Então, como nas novelas, os enredos variam um pouco mas terminam do mesmo jeito que antes, sem surpresas.

As eleições municipais deste ano não prometem muita coisa. A platéiaestá entediada com a mesmice das caras e dos discursos dos atores. Oteatro só não ficará vazio porque o voto é obrigatório e assim, votartorna-se mais um castigo do que um ato prazeroso.

Eleição no Brasil é um dos poucos espetáculos em que a platéia ouparticipa ou é punida. No entanto, o cenário que está sendo armado étão sem novidade que os atores poderão ser desaprovados e até vaiadosno palco, pelo voto nulo e em branco de muitas platéias decepcionadas e até indignadas com muitos que já não sabem representar e menor ainda, corresponder às expectativas do eleitorado.

Quando será que eleição no Brasil será um drama de amor e não uma comédia ou tragédia?

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I