O SOL e a LUA conversavam:
– A Lua dizia: És muito forte, Sol! És necessário, mas às vezes incomodas, e
muito, com o teu calor. Quanto mais brilhas, mais esquentas, mais ardes,
mais queimas…
– O Sol responde: É…porém eu tenho minha luz própria, enquanto tu… nem
iluminarias, se não fosse eu!
– Mas sou delicada, admirada, romântica. Quem me olha me acha linda!
– Sim, és bonita, és romântica, és até inspiração para os poetas. Mas nada
disso serias, se não fosse eu, que te concedo um pouco da minha luz!

– A Lua ficou pensativa. É verdade, por que gloriar-me, envaidecer-me, se
sou tão dependente? Ele é o rei do Astros e tenho de reconhecê-lo forte,
poderoso, indispensável à vida e… até símbolo do Criador!
Ambos se calaram, pois lembraram-se que acima deles está AQUELE que os
criou!

12/04/2007

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I