resomar 11 de dezembro de 2006

Rasgamos o tempo e tentamos apagar marcas…
Ignoramos a sonoridade das lágrimas e o brilho do olhar esquecido em nossas mãos…
Um sentimento de medo se impregna nas veias e não identificamos o instante da partida…
No disfarce sepultamos essências…
No silêncio a dor enigmática do abandono/indiferença…
No grito abafado o perigo de margens opostas,
passos desencontrados…

A solidão do ser humano não é outra coisa, senão o seu medo de viver, diz EUGENE O’NEILL.
Faz parte do palco a fantasia mascarada, o escuro ludibriado, a sedução do perigo alucinador…
Faz parte do ser o semblante em chamas,
fragilidade amedrontada, percurso distorcido…

Importa o estranho não provocar espanto…
Importa a voracidade de sonhos no exercício da liberdade…
Deciframos a perplexidade sem a possibilidade de sermos devorados…
Na incerteza de sustentarmos emoções, a palavra se esconde em disforme solidão…
Embriagado canto a melodia amadurecida, esquecida no corpo suado e febril…

03.12.2006

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I