Angela Borges 30 de outubro de 2006

O pão de cada dia com todos, sem limites.
Um abraço apertado, sem medo de estreitar.
Uma lágrima que cai sem vergonha de rolar.
Um sorriso aberto, com desejo de contaminar.

Tudo com todos, sem pôr freios nem amarras.
O amor em dosagem máxima ou superdosagem.
As conquistas sem vergonha de louvar
E até mesmo as perdas sem medo de chorar.

Partilhar é sentimento diário e contínuo.
É meta de vida e vida solidária
É ação conjunta, fraterna e cristã.
Partilhar sempre, sempre partilhar.

Partilhar dificuldades e soluções.
Partilhar sonhos e frustrações.
Partilhar gestos e ações.
Partilhar a fé e as orações.

Partilhar o amor no coração,
o dom de ter e não se envaidecer,
o espírito de fé e de união,
a grandeza de ser e de crer.

12.09.2006

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I