Brasil!… Meu Brasil Brasileiro!…
Que bom seria se pudéssemos entoar para sempre, com o grande Ary Barroso, este patriótico refrão!… Mas o nosso Brasil está sendo injusta e gradativamente vendido e invadido.
Segundo o PAPA do Direito e do Saber, Rui Barbosa, Deus deixou ao homem três âncoras: o amor da pátria, o amor da liberdade e o amor da verdade. Fiquemos com o último, que é “o mais santo de todos os amores. Os outros são da terra e do tempo. Este vem do céu e vai à eternidade.”
E com respaldo na transcendência da VERDADE, afirmamos que, lamentavelmente, nada ou quase nada os brasileiros têm a comemorar nesse próximo 7 de setembro, que deveria ser a DATA MAGNA da nossa história.
Pois, uma pseudoliberdade e independência e uma clamorosa injustiça nos são impostas. Basta ressaltar as gritantes disparidades de salários entre as classes privilegiadas e os desprotegidos operários, trabalhadores, professores e funcionários públicos.

O sofrimento da maioria dos brasileiros é crucial. Uma completa miséria vive a experimentar. Segundo Dom Hélder Câmara, pobreza é ter apenas o necessário, e miséria é nem isso ter.
A violência e a insegurança, problema aparentemente inexeqüível, levam a população brasileira a um contínuo enfrentar o perigo da morte.
Tudo isso, acrescido da incredibilidade na política e nos seus militantes, ocasiona um desequilíbrio cívico, social, econômico e um lamentável “decréscimo crescente” do patriotismo, sentimento sagrado, prestes a se extinguir.

Há brasileiros, atualmente, que desejariam, se possível, deixar de ser brasileiros, antepondo-se à esta longínqua afirmativa do brasileiro maior Rui Barbosa: ” Se eu não fosse brasileiro, queria ser brasileiro”. Outros tempos!… Outros sentimentos!… Outros homens!…
Época em que nossa TERRA constituía “o paraíso e a Meca para os migrantes de todas as latitudes!” E para nós também!…
Enfim, o Brasil está em crise e crise humanamente irremediável!
O brasileiro está descrente e desesperançoso de tudo. “O Brasil está perdido”, afirmam muitos dos nossos compatriotas.
A Deus, porém, nada é impossível!… TUDO É POSSÍVEL!
Lancemos então, aqui e agora, um confiante DESAFIO!
Que todos os brasileiros ampliem seu CORAÇÃO, “GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA”, cumulem-no de muita esperança e AMOR por nossa PÁTRIA e coloquem este BRASIL, BRASILEIRO nos braços seguríssimos da MÃE APARECIDA e do CRISTO REDENTOR, símbolo irrefutável da nossa FÉ, e, com toda a certeza, a FELICIDADE voltará a ser o mais justo patrimônio de todos nós brasileiros.
BRASIL!… MEU BRASIL BRASILEIRO!… EU TE AMAREI ETERNAMENTE!…

(autora de Retalhos do Cotidiano)

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I