Apesar do zumbido, das incertezas e do frio;
apesar do incômodo de fazer e desfazer as malas de três em três dias…
Escolhi esta vida de peregrinação, este jeito de ser.
Contemplo no dia-a-dia a beleza da paisagem,
flores de cores e perfumes diversos…
Penetro em minha solidão.
Feridas purulentas se projetam sobre mim,
o sangue das punhaladas salpica o meu rosto
e a alma silencia…
Ressentimentos e ódios sufocam o coração e o olhar ofusca o momento.
Na caminhada luto para ser feliz carregando a dor em suas dimensões de eternidade.
Prossigo carregando farrapos de alegria e desencontros.
O cansaço se prolonga nas veias e retorno na partilha liberta…

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I