resomar 5 de agosto de 2006

Há rastros que escorrem no silêncio de passos e fechamos todos os portões de acesso ao coração…
Há mistérios desnudados explodindo no olhar, em uma mistura de contemplação e espanto e quebramos todos os espelhos e vidraças…
A paisagem escurece e a carícia da brisa deixa de ser o bálsamo da alma…

Na essência de nossa memória tememos o retorno; o instante dos murmúrios e afagos; a poesia no sabor doce de um beijo (in)acabado…
O abraço espalha prazer e o corpo ávido recolhe saudades…
Fugimos do amor deixando a bagagem empoeirada, anônima em rudes explicações…
Escalamos a superfície do infinito sem a coragem de prosseguir…
Obscuras razões anestesiam os sonhos e tememos o ridículo…
Em um gorjeio de asas partidas, aprendemos o esplendor da entrega sem limites em cores embriagadas, amanhecendo na poesia que se debate em harpa dolorida…

26.06.2006 

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I