Quando viajo pelo Sertão, gosto muito de observar a NATUREZA. Que
diferença, quando é verão ou inverno! No verão, seco como é, toda a
vegetação parece seca e morta. Os campos, os arbustos, tudo é um mundo
vasto de fumaça.
Natureza triste, entristece o coração da gente.

O sertanejo olha o espaço azul, límpido, para ver se descobre alguma nuvenzinha que prenuncie chuva. Fica desolado! Nem um sinal!
Mas… “Deus não se deixa vencer em generosidade”, não deixa de olhar pelo
seu povo! Manda uma chuva, outra chuva… O coração do homem começa a se
alegrar e fica cheio de esperança. Depois de duas ou três chuvas, percebe-se
mudanças na Natureza. Aqueles arbustos, aquele mato, que pareciam secos,
mortos, começam a reverdecer. Depois de mais uns dias, e de mais chuva, que
beleza, que alegria!
É uma VERDADEIRA RESSURREIÇÃO!!! Passaram da morte para a vida. Isto alegra muito o coração da gente!…

Regressando de viagem, pelo sertão de Pernambuco e do Ceará, sinto muita alegria no coração e agradeço a bondade e misericórdia de Deus para com aquele povo sofrido. E… veja bem, com mais uns dias os campos se encherão de flores, muitas amarelas, de acácias silvestres, como a canafístula, a catingueira, e outras cores, o que reafirma a Ressurreição daqueles campos, a presença e a bondade de Deus.

E o agricultor? Com as primeiras chuvas, já coloca a enxada no ombro e vai para sua roça, com o coração cheio de alegria e de esperança.
E como é belo e alegre o canto dos pássaros que também completam a
beleza da natureza!
É uma mudança total, que nos leva a um sincero agradecimento de coração.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I