Oitenta e cinco anos e ainda pensava como um garoto de treze. Seus sonhos de adulto deixava para o dia seguinte onde acumulava tarefas desnecessárias. Queria ter um lugar supérfluo para ir quando deitasse a cabeça em seu travesseiro, por enquanto se via conquistando terras e lugares incomuns. Em um tanto de tempo retornaria ao lugar de chegada. Por isto explorava o caminho por onde passava a cada instante, passos de conquistador e olhos de viajante, nada lhe escapava a não ser sua vida que um dia bradaria vencida. Não se preocupava. O tempo lhe respondia como melhor amigo. Juntos ainda atravessavam montes e campinas. Travavam lutas e conheciam vitórias. Sem pressa, passeavam nas tardes ensolaradas absorvendo o sentido de estar.

Este texto expressa exclusivamente a opinião do autor e foi publicado da forma como foi recebido, sem alterações pela equipe do Entrelaços.


busca
autores

Autores

biblioteca

Biblioteca

Entrelaços do Coração é uma revista online e sem fins lucrativos compartilhada por diversos autores. Neste espaço, você encontra várias vertentes da literatura: atualidades, crônicas, reportagens, contos, poesias, fotografias, entre outros. Não há linha específica a ser seguida, pois acreditamos que a unidade do SER é buscada na multiplicidade de ideias, sonhos, projetos. Cada autor assume inteira responsabilidade sobre o conteúdo, não representando necessariamente a linha editorial dos demais.
Poemas Silenciosos

Flickr do (Entre)laços

ExposiçãoDesenhos

Série "Natureza"

Série Natureza

DeJanelaEmJanela

DeCostas

Série "Detalhes"

Série "MoradaImprovisada"

Série Morada Improvisada

Finados

Tratando de peixe

Série Flores

Série Flores

Esporte na Colônia

Série Natureza 01

Série Natureza 05

Caxambu

Caxambu

Caxambu - 02

Caxambu - 01

Penumbra...

Aglomeração...

Portão florido...

Barra Palace

Conjunto Harmonioso...

Reunião privada...

Espaços ocupados...

Arquitetura Perfeita...

Convergência II

Convergência I